Joyce Braga
Browsing Tag:

vida

Bate papo

O melhor de nós

Procuramos fazer o melhor que podemos diante de determinada situação. Tentamos dar o melhor de nós mesmos para alguém que nem sempre se sentirá satisfeito. Algumas pessoas querem sempre mais. Esperando muito mais de nós, e não se importam ou percebem que já estamos sendo o máximo que poderíamos ser.

Quantas vezes escondemos nossas aflições simplesmente para não entristecer o dia de alguém? Quantas vezes nos reprimimos e vestimos a roupa do ” Esta tudo sob controle” apenas para parecer forte e autossuficiente?

Cada pessoa carrega dentro de si as suas lutas. Quem somos nós para julgar ou exigir que sejamos atendidos na mesma proporção que esperamos? Cada um oferece aquilo que pode dar no momento. Algumas pessoas impõem que nos coloquemos no lugar delas para que possamos compreendê-las. Mas será que estas pessoas estão fazendo o mesmo por nós, com honestidade?

No egoísmo não há empatia. No julgamento não há direito de resposta. Na mesquinhez não há amor, só pobreza. E embora encontremos essas questões ao longo do caminho, precisamos dar continuidade para tudo aquilo que acreditamos – e independente das asperezas humanas, possamos cultivar dentro de nós sempre o melhor.

A vida é movimento e o mundo não para. Deixemos para traz tudo aquilo que nos acorrenta a alma. Se não estamos sendo suficiente para alguém, que sejamos para nós mesmos e para quem está aberto para receber isso de nós. Concentremos nossa energia com pessoas que realmente valham a pena. Que ao menor esforço, retribuem o gesto com profundo amor e ternura.

Uma boa semana para todos!

Bate papo

Um post importante

13729048_516801171845974_2827305958645826832_n

Ensaiei muitas vezes esse post. Escrevi, apaguei, escrevi de novo, apaguei de novo e por fim estou aqui. Com uma coragem que até então me faltava. Com uma serenidade que até então não existia. Continua não sendo fácil, mas já não é tão doloroso como antes.

Meu relacionamento chegou ao fim e isso já somam 3 meses. Demorei para contar por que precisava de um hiato. Foram 6 anos juntos. Mas agora sigo sozinha. Não vou entrar em detalhes por motivos de preservação, mas acho que devia uma satisfação para vocês que aqui acompanharam partes da nossa trajetória como por exemplo, quando decidimos morar juntos. Não digo que não deu certo. Deu certo sim por um longo tempo…

Aprendi muitas coisas.. Anos de ensinamentos. Mas, se for para falar em amadurecimento e crescimento pessoal, posso dizer que esses últimos três meses foram muito mais significativos em minha vida. Não procurei estar só, mas nesse momento aprendi que posso ser feliz estando nessa condição. Apreciar minha própria cia a qualquer hora do dia. Andar pela casa vazia e me sentir preenchida por uma paz que até então eu não sabia que pudesse existir.

Enfim mulher. Dona de mim. Do meu corpo e da minha mente. Talvez com algumas reservas, mas nenhum ressentimento. Talvez uma saudade, mas nenhum remorso.

Estou bem. Esperando o melhor da vida. Desejando o melhor da vida para ele também. Agradecendo a Deus por essa oportunidade de aprendizado e recomeço. Agradeço a ele também pelo tanto que contribuímos enquanto estávamos caminhando lado a lado. E que, embora a estrada esteja nos conduzindo para destinos diferentes, há de permanecer as memórias, o respeito pelo caminho já traçado e um carinho que não morrerá nunca.

É isso.
Um novo livro começa.

 

ps: Esse post foi dedicado à todas as pessoas que me acompanham, aqui e nas redes sociais, e que me cobravam de forma muito respeitosa um posicionamento já que o ritmo de tudo ficou bem escasso. Agora vocês podem entender o motivo. Realmente foi necessário. Obrigada pela compreensão mesmo sem saberem o por que da  minha inconstância por aqui.

 

Bate papo

Gente amarga, longe de mim.

Não! Eu não quero a sua ofensa disfarçada. Sai pra lá com a sua “crítica construtiva” que cá pra nós, de construtiva não tem nada. É só a maldade gratuita na sua língua afiada.

A gente tá aqui. Todo santo dia, e não é só por amor. Isso aqui virou trabalho (as vezes não remunerado – porque né, não é todo mês que a carteira sorri para nós). Sendo remunerado ou não, é um trabalho e existe compromisso. Então respeite esse lugar. Respeite essa casa que todo dia mantém suas portas abertas para que novas pessoas possam chegar.

Pessoas felizes, não tem tempo para espezinhar a vida do outro. Não se alimenta da falta de sossego do outro. Gente feliz gosta de ver a felicidade alheia. Não quero gente amarga perto de mim. Não preciso do seu “toque de amiga” sobre meu estilo de vida, a forma como eu me visto ou sobre a minha aparência de um modo geral. Você não quer me ver crescer ou melhorar, sua intenção é de acabar com a minha paz – porque sim, você fica satisfeita com isso.

Sabe aquele objeto que reflete a nossa imagem? Aquele bem antigo, chamado espelho. Aonde foi parar o seu? Se você perceber bem nos detalhes, verá que não há nada de perfeito em você. Consequentemente, em mim também.

Todos nós temos as nossas singularidades e talvez seja isso o que nos torna únicos. Não se incomode com amenidades. Tente me olhar de um jeito mais humano. Esse exercício vale a pena, pode apostar.

Quando você pensar em “criticar construtivamente” sobre algo tão pequeno, reflita e pergunte-se: Eu gostaria de receber essa “crítica”? Aquela velha história de “Não faça com os outros, o que você não gostaria que fizessem com você.” Continua valendo. Pense nisso e procure ocupar o seu tempo fazendo uma boa ação, se não for pelos outros – ao menos por você.

Mais amar – menos ferir.
Mais flores – menos espinhos.

A vida já anda tão difícil…

peony-background-31265-31999-hd-wallpapersd

“Pode chegar que a festa vai é começar agora
e é pra chegar quem quiser, deixe a tristeza pra lá
e traga o seu coração, sua presença de irmão
nós precisamos de você nesse cordão
pode chegar que a casa é grande e é toda nossa
vamos limpar o salão, para um desfile melhor

vamos cuidar da harmonia, da nossa evolução
da unidade vai nascer a nova idade
da unidade vai nascer a novidade

e é pra chegar sabendo que a gente tem o sol na mão
e o brilho das pessoas é bem maior irá iluminar nossas manhãs. Vamos levar o samba com união no pique de uma escola campeã. Não vamos deixar ninguém atrapalhar a nossa passagem.

Não vamos deixar ninguém chegar com sacanagem
vambora que a hora é essa e vamos ganhar
não vamos deixar uns e outros melar”

Bate papo Variados

Bate papo: Tudo é uma questão de sorte?

Quem é que entende a matemática da vida? As vezes as coisas parecem meio injustas quando a gente tenta comparar-se à sorte dos outros. Mas eu lhes pergunto: Será que tudo realmente é uma questão de sorte?

tudo-e-uma-questao-de-sorte
Penso que, para cada ação/atitude que tomamos na vida, geramos uma expectativa e por fim uma experiência que pode ser esta positiva ou negativa. E é sob essa perspectiva que entendo, que na verdade tudo é uma questão de intenção. 
Quando a gente age de forma correta, limpa e clara e com determinação corre atrás do que desejamos, é certo, que um dia, atingiremos nossos objetivos. E para isso, afirmo que o fator “sorte” é um mero detalhe. 
Não acredito muito nessa história de espelho quebrado, 7 anos de azar mas é claro que desejar um “Good Luck” não faz mal à ninguém. E se as coisas dão certo para quem precisou, é só porque o desejo foi bom. Quando a gente deseja algo de bom à alguém, mesmo que subjetivamente, parece que o universo conspira à nosso favor e obviamente à favor de quem desejamos. É mais ou menos aquela idéia de que se a gente faz o bem, recebe o bem e na mesma proporção, quando é o inverso. 
Sim, tudo é uma questão de intenção e de energia. Somos aquilo que emanamos para o mundo e por sua vez, o mundo nos envia de volta tudo aquilo que despejamos de braços abertos. Essa matemática é fácil e muito lógica e qualquer pessoa é capaz de entender. 
Por isso, é realmente importante que você esteja atenta para aquilo que deseja e que procura. Mantenha sempre o coração sossegado e cheio de luz. Até naqueles dias mais nublados, tente encontrar a paz necessária para abrandar o espírito. Se for para desejar algo à alguém, que seja um reflexo das boas energias que guarda dentro de si. 
Oferecemos aquilo que somos. Como um espelho que reflete nossa alma e a deixa exposta para quem quiser ver. E mesmo que um certo alguém o tenha feito mal, deseje o bem. E não somente por uma questão de garantir um pedacinho do céu, mas sim, pela simples ação de fazer o que é certo, e que Deus nos ensinou. Na sua infinita bondade.
Joyce Braga
Bate papo Variados

Bate papo: Motivação

Hoje quero lhes falar sobre Motivação. Ou melhor dizendo, automotivação. Seja lá qual for o propósito da sua vida, uma coisa é certa, nada somos sem motivação.
Texto motivacional
Nos motivamos com muitas coisas. Seja com boas notas na escola, com as pessoas, com o trabalho ou até mesmo com os entendimentos espirituais que a vida nos proporciona. A verdade é que, se existe alguma fagulha de insegurança, medo ou bloqueio, sua autoestima logo se abala. E eu posso dizer que ela está proporcionamente ligada a automotivação. Ao passo que, se você não possui garantias sobre si mesmo, que motivação terá para alçar novos desafios em busca de alguma coisa que seja verdadeiramente importante para você?
As vezes a gente passa por certas aprovações, que são como testes, que servem como autoconhecimento. Como vamos saber se somos capazes o bastante se na primeira barreira, desistimos e nos colocamos na posição de vítimas da história? Quantas vezes você já repetiu para si mesmo: “Eu não vou conseguir”, “Eu não sou bom suficiente”, “Eu não sou capaz”, “Eu faço tudo errado”, ” Nada dá certo para mim”, ” Eu desisto!”
Aliás, falando de se colocar no papel de vítima, isso rende alguns esclarecimentos. Sabe quando você reclama, reclama, diz que nada te acontece, mas também não faz nada pra mudar? Fica lá, sentado vendo sessão da tarde, chaves e o escambau? É… desse jeito nos parece muito cômodo mesmo reclamar da vida. Esperar que as coisas caiam do céu como num passe de mágica seria realmente fantástico, mas eu posso lhe afirmar com total convicção que isso só acontece nos seus sonhos mais loucos. A vida real é bem mais complexa. Te exige movimentação. Inércia só presta para a gente estudar Física lá no ginásio. E o fantástico mundo de Bob, só na TV mesmo.
Há um bom tempo atrás, quando foi lançado o livro e o filme ” O Segredo ” em que falava basicamente sobre a força do pensamento, seja ele positivo ou negativo, todo mundo resolveu se entubar da teoria. Algumas pessoas se encheram de pensamentos bons, otimistas e perceberam que de fato, tudo acabou acontecendo. Suas vitórias foram alcançadas. Enquanto outras, preferiram permanecer inertes ou então nutrindo pensamentos negativos. Acreditem, isso é bastante comum entre algumas pessoas. Como consequência disso, a vida não sai do lugar. Anda para trás.
A fé move montanhas. É bem verdade. Se você acredita fervorosamente em algo e luta por aquilo, usando forças ruins, você até pode conseguir o que pretende, mas inevitavelmente não ficará de pé por toda a vida. As vezes, a justiça demora um pouco. As vezes nem se faz nesta dimensão. Mas acredite, que em algum momento, seja lá qual for a hora e o local, aquele lá de cima que nunca falha, dá o seu veredito. Da mesma forma que, se você busca com amor por algo que lhe motiva usando meios de energias boas, certamente alcançará a vitória. 
Pode acontecer também de você encontrar pessoas no meio do percurso que possa lhe desestimular. Eu sei, isso parece cruel. Mas existe. Esse tipo de gente tem aos montes e estão espalhadas por aí vestindo roupas bonitas e fingindo sentimentos bons. Mas a verdade é que não querem de jeito nenhum que você cresça, que você se destaque. Inveja é o mal do século, é o que realmente pode acabar com a humanidade particular de qualquer pessoa. Sei que em alguma circunstância da vida, você vai topar com esse tipo de pessoa. Mas se me permite um conselho, não dê ouvidos. Não se deixe envenenar. 
Existem também aquelas pessoas que amam verdadeiramente você, mas que por um instinto natural de proteção, tente lhe impedir. Isso é bastante comum. As vezes quando queremos algo grandioso demais, em que pra isso tenhanhos que abrir mãos de certas coisas, assusta mesmo. E essas pessoas por querer evitar que você possa ter uma possível frustração no futuro acabam tentando fazer você parar. Não fique contra eles. Entenda que isso é apenas zelo. Eles não conseguem sentir e nem enxergar que o que você quer para si mesmo é a sua vida. Ame-os mesmo assim e prove para eles que você pode e deve tentar. Conforte-os com a sua segurança interna.
O estímulo vem de dentro de você. Os fatores externos influenciam, óbviamente. Mas nunca a ponto de ser maior do que você carrega consigo. Eu repito: Se você tem amor pelo que se propõe a fazer, lute. Não descanse. Corra atrás, mova céus e terras. Acredite em você e na sua força, que com toda certeza, sua hora chegará. Sei que pode parecer clichê. Mas nada é mais forte do que você. Nada é suficientemente maior do que a sua vontade.
Todas as vezes que você sentir que a sua autoestima e motivação estiver baixando, procure forças e concentre sua energia em coisas que possam te acrescentar, como esse texto aqui por exemplo ( desculpe a minha pretensão). Lembre-se de quantas pessoas que vieram do nada conseguiram grandes feitos na vida, só porque não desistiram de si mesmas!
Peço desculpas por esse texto longo. Mas escrevo com muito carinho e amor no coração, afim de inspirar vocês, e até a mim mesma. A Automotivação é a chave para todas as portas trancadas que encontrarmos pela vida. Esperança é o combustível necessário para continuarmos lutando. Não existe triunfo sem luta. Não se acovarde. Permita-se olhar para dentro de você e veja o quão grandioso você pode ser, se assim quiser. 
Seja feliz. Força e uma dose de boa sorte é só um mero detalhe.
Joyce Braga

Joyce Braga