Browsing Category

Vida de Blogueira

Dicas da Joy Outros Variados Vida de Blogueira

4 Dias de alegria com Gabi Lourenço e Luana Melo

Nos últimos 4 dias tive o prazer de hospedar aqui em casa duas manauaras muito queridas – Gabi Lourenço e Luana Melo. Ambas também são blogueiras e quem me acompanha nas redes sociais e por aqui com uma certa frequência já me viu falar delas algumas vezes (mais precisamente de Gabi que já conheço a mais tempo). Essas duas lindas são lá de Manaus (lugar que eu to louca para conhecer).

Saímos bastante. Eu e meu namorado atacamos de guias turísticos rs e acreditem, teve lugar que nem a gente, sendo carioca conhecíamos rs. Foi super legal! Neste post vou mostrar um resumo de onde fomos e algumas dicas bem interessantes para quem quer vir conhecer a minha cidade maravilhosa 😀

No primeiro dia, não fizemos nada demais. Elas se instalaram aqui em casa, conversamos bastante, demos um pulo num shopping que tem aqui perto de casa e a noite fomos até a Barra. Uma amiga minha, a Karol também nos encontrou e de lá fomos para o Bar do Adão que, na minha opinião, tem o melhor pastel. Esticamos a noite no Deliciando Quitanda Gourmet que é bem aqui pertinho de casa, abriu recentemente e já é um dos locais que mais amo frequentar. Comida e bebida boa.

2

No dia seguinte bem cedinho fomos ao saara fazer comprinhas e de lá aproveitamos para ir nos arcos da lapa e na escadaria Selaron. Acreditem, eu nunca tinha ido nessa escadaria rs. Apesar de carioca, eu confesso que não sou de andar muito pela lapa. Valeu super a pena o passeio e rendeu boas fotos 😀

1

_DSC1898

_DSC1948

No domingo fomos para a praia – E sim, lá é o meu refúgio, o meu paraíso. Prainha/Grumari e Recreio são as minhas melhores praias. Como eu amo aquele lugar. Muito turista quando vem para o RJ só pensa em zona sul e esquece que o Rio é enorme e tem muitos outros atrativos. Quem curte natureza, precisa conhecer essas praias. #ficadica

IMG_6412

3

Depois da Praia, bateu aquela fome e aí decidimos almoçar no shopping Downtown – mas precisamente no Geppeto. Para mim, é a melhor picanha! Amo! Final de tarde levamos a Luana no Starbucks (porque ela nunca tinha ido) e né.. sempre escrevem meu nome errado rs – mas isso é um mero detalhe. O que importa mesmo é a delícia daquele lugar.

4

Segunda-feira foi dia de shopping. Fomos até o Barrashopping e lá encontramos a Rita, do blog Tour da beleza (vocês já estão carecas de me ver falando dela). Lanchamos no Pizza hut e fechamos a noite com chave de ouro no Paris 6, para nossa alegria!

5

6

Gente, que lugar maravilhoso! Que sobremesas deliciosas! Eu ainda não tinha ido e fiquei apaixonada pela decoração, pelo clima e obviamente pelas gordices rs.

Terça não fizemos nada demais, trabalhamos na parte da manhã, as meninas gravaram vídeos e depois do almoço foi a hora dolorosa da despedida.

Meninas, eu espero que vocês tenham gostado de conhecer um pouco do #errejota rs  e que não demore muito o nosso reencontro – seja aqui, ou em Manaus. Já falei pessoalmente o quanto esses 4 dias valeram a pena, mas ressalto aqui que foi um prazer enorme tê-las recebido. Obrigada pela reciprocidade, pelo carinho e amizade.

No próximo post, tem look do dia e sessão de fotos das meninas. Então, fiquem ligadas!

Outros Produtos Recebidos Variados Vida de Blogueira

Workshop Indice Tokyo

Na última quinta feira rolou um workshop de apresentação da marca Indice Tokyo na escola de maquiagem Makevator. O evento contou com a presença de Renata Sangaleti, maquiadora e representante da marca que nos explicou detalhadamente sobre a funcionalidade dos produtos, bem como a história da Indice.

Eu e mais algumas blogueiras fomos convidadas para conhecer melhor sobre a marca e cá estou eu para contar tudo para vocês!

indice tokyo (4)

indice tokyo (8)

A Indice Tokyo é uma marca japonesa e que veio para o Brasil recentemente. Aqui no Rio de Janeiro, podemos encontrá-la na Makevator (Studio profissionalizante de Beleza). O Workshop foi bem interessante, com uma demonstração de maquiagem utilizando os produtos da marca.

Com uma variedade bem bacana dos produtos, fica difícil não desejar todos, principalmente porque pudemos conferir de pertinho a qualidade que eles apresentam.

indice tokyo (5)

A pigmentação dos produtos são bem marcantes, de qualidade profissional. Alguns itens possuem diferenciais importantes como por exemplo o primer facial que devolve a hidratação da pele e as bases que são livres de óleo e tem em sua composição a água. Por conta disso, ela se adapta facilmente a todos os tipos de pele, além de de ter fator de proteção solar e contra o envelhecimento precoce.

Outra coisa bacana é que a Indice trabalha com três tonalidades de pós translúcidos – e é engraçado pensar que apesar de ter o nome translúcido, apresentam cores diferenciadas, mas a Renata nos explicou que eles na verdade não adicionam cor (por isso continuam sendo translúcidos), apenas servem para não alterar o tom da pele. Por exemplo: uma pele negra, se usar um pó translúcido branco poderá ficar com um fundo mais acinzentado, por isso se faz necessário a utilização de um pó mais amarelado, assim o fundo da pele é preservado e não destoará do restante do corpo.

indice tokyo (6)

As paletas de sombras foram as queridinhas! Super macias e pigmentadas, contudo não posso deixar de falar também sobre o Eye gloss que nada mais é do que uma sombra cremosa em formato de gloss e que após a secagem, fixa de tal maneira que não craquela, não acumula na pálpebra, além de potencializar qualquer sombra compacta que você coloque por cima. Posso dizer que estes produtos ganharam meu coração de cara!

Uma informação bem interessante também é que os batons da Indice não possuem chumbo e todos contém vitamina B5 que regenera e nutre os lábios. Legal né?

indice tokyo (3)

indice

indice tokyo (7)

Press kit lindo que recebi. Em breve teremos resenha de todos os produtos aqui no blog e no canal. Fiquem ligadas.

Curtiu os produtos? Então acesse o site da marca para saber maiores informações. Aproveito para deixar o convite para que conheçam a Makevator. Lá vocês encontram produtos da Indice e de outras marcas e também cursos na área de beleza. Vale a pena conferir!

Obrigada Karol, e toda equipe pelo convite.

Dicas da Joy Vida de Blogueira

Tudo sobre o meu computador LG All In One

Demorei com esse post, eu sei. Mas enfim ele chegou rs. Ano passado ganhei de aniversário o computador da LG – All in one. Neste post contarei a vocês tudo sobre ele e os programas que mais utilizo.

azul

Para falar mais tecnicamente, chamei Heber (meu namorado)  para me dar uma orientação, pois eu entendo pouco dessa parte de configuração e eu sei o quanto isso é importante no momento da compra. Então vamos lá:

A linha All in One da LG une monitor e cpu em uma peça única, deixando o ambiente muito mais clean – sem fios e ainda otimiza espaços em ambientes pequenos.

Desenvolvido para uso doméstico, já que para profissionais ele deixa um pouco a desejar no quesito performance. O LG V320-M é um dos modelos que traz funcionalidades extras para o consumidor – como um monitor que serve de televisão.

Especificações técnicas do modelo que escolhi:

  • 3ª geração Processador Intel® Core™ i5
  • HD 500Gb e memória de 4Gb (podendo ser expansível até 8gb)
  • Windows 8.1 (64Bits)
  • 23” IPS LED Full HD (1920×1080)
  • TV Digital com controle remoto
  • Bluetooth 4.0 e HDMI
  • Bivolt
  • Acompanha teclado e mouse sem fio.
  • 6 entradas usb e uma entrada para cartão de memória

Como é usar esse computador no dia a dia:

Apesar dele ser para uso doméstico, trabalho nele. Obviamente que não é uma super máquina e que eu não tenha algumas “dores de cabeça” com ela, afinal com as configurações citadas acima, não se pode exigir muito. No entanto, não tenho grandes reclamações ainda.

Uso programas pesados como Photoshop, Lightroom, Sony Vegas, Illustrator – entre outros e eu confesso para vocês que não dá para usar dois programas desses ao mesmo tempo e com navegador aberto (eu uso o firefox). Trava tudo e aí só matando algum serviço para dar continuidade ao trabalho. Essa é a parte chata, principalmente para mim que gosto de fazer mil coisas ao mesmo tempo.

Sempre que preciso editar foto no Lightroom (que é praticamente todo dia, já que vocês sabem que eu amo esse programa e eu já falei dele aqui), tenho que fechar o firefox para não travar. Para que tudo rodasse sem travamentos, eu teria que aumentar a memória dele – que pode ser expansível até 8gb.

Meu editor de vídeos é o Sony vegas e aqui nesse computador ele roda com tranquilidade. Nunca travou e renderiza super rápido. Enquanto que no meu antigo notebook eu levava no mínimo 2h para renderizar, neste pc eu não levo nem 1h.

Eu não uso ele para jogos e dependendo do jogo, pode ser que ele também não rode com facilidade, mas conversando com o meu namorado, isso depende muito do jogo em questão.

O Windows 8 foi algo que eu levei um certo tempo para me acostumar, mas hoje em dia estou perfeitamente adaptada. A questão da TV ainda não testei mas na parte de trás do computador tem uma saída para que você possa conectar sua tv a cabo ou antena coletiva (caso more em prédio).

Por ser compacto, ele ocupa pouquíssimo espaço na bancada – além de ser branco . O fato de não ter fios é algo muito maravilhoso porque ver aquela montanha de fios embolados me dá verdadeira aflição.

Resumindo:

É um bom computador. Não é dos melhores e nem dos piores, ele fica ali no meio termo. Na época ele custou R$2300 e pelo preço, acredito que tenha sido um bom investimento, até porque que estava em busca de um desktop onde a tela fosse grande (LCD de 23 é vida, principalmente para a edição de fotos que ficou muito mais divertida e prazerosa).

Apesar das limitações, consigo trabalhar sem maiores estresses. Não sei por quanto tempo ele ficará comigo já que a probabilidade é de sempre fazermos um upgrade. Pode ser que tente aumentar a memória com o tempo, talvez.

Uma coisa que eu preciso para ontem é de um HD externo. Os 500gb que vem com ele parece muito, mas em quase um ano de uso já estou com quase todo o espaço tomado (é muita foto, muito vídeo) então, certamente terei de comprar um hd externo.

Recomendo a compra para você que não precisa de uma super mega máquina e que tem pouco espaço na bancada. Se você é blogueira ou trabalha com edição de fotos já sabe que vai ter algumas limitações nesse sentido, mas não é nada que te tire o sono. Eu uso esse computador todos os dias, por longas horas e nunca foi algo que me desse nos “nervos”. Até então tenho conseguido trabalhar sem muitos transtornos.

IMG_4568

Então é isso gente. Desculpem a demora pelo post. Espero que tenha sido útil.

Dicas da Joy Variados Vida de Blogueira

5 Dicas de como trabalhar em casa produtivamente

Muita gente pensa que trabalhar em casa é molezinha. Eu mesma ficava sonhando com o dia de poder “acordar a hora que bem entender”, “fazer meus horários” sem preocupação, não ter “chefe chato e nem cobranças” e mais um monte de coisas que só trabalhando de casa pode-se esperar.

Quando sai da empresa que eu estava para enfim me dedicar aos meus projetos pessoais, percebi que nem tudo eram flores e que existiam algumas “armadilhas” no meio do caminho. Foi aí que descobri a força da palavra “organização e disciplina”. Se antes eu já era comprometida com as minhas tarefas, hoje em dia eu sou bem mais.

Se você faz da sua casa, o seu home-office, mas está meio perdida nessa nova modalidade, se liga nas 5 dicas que eu separei para você:

HNCK3988-1300x867

1- Tenha um cantinho próprio. Uma estação de trabalho.

A primeira coisa que eu fiz quando decidi montar meu home-office foi me libertar do notebook e comprar um desktop. Pode parecer bobagem, mas um computador de mesa faz toda a diferença. Quando eu trabalhava com o notebook, eu mal saia da cama e podia passar por horas deitada toda torta, que ainda sim parecia uma “vida perfeita”. A comodidade é maravilhosa (no começo) mas essa “maravilha” acaba bem rápido, a começar pela sua coluna e postura. Segundo que, facilmente você fica com a atenção dispersa. No meu caso, dava até sono – daí era só fechar o note e encostar do lado do travesseiro para tirar um cochilo. Isso tá certo? Obviamente que não. Se eu estivesse numa empresa, nunca que eu poderia trabalhar deitada, muito menos tirar uma pestana após o almoço, por exemplo rs. Ter um computador de mesa deixa o ambiente muito mais profissional. Vai por mim.

Ah! mas calma, eu não parei de usar o notebook. Hoje só uso ele quando vou trabalhar fora de casa ou então nos meus momentos de lazer. É nele que assisto vídeos no youtube, por exemplo.

2- Guarde o seu pijama!

Acordou? Então toma um banho e TROQUE DE ROUPA. Gente, é sério! Trabalhar de pijama e ficar o dia todo com ele “só porque você está em casa” não é bacana. Não é por que você esta em casa que vai agir como se estivesse em férias permanentes. Aja como se tivesse que trabalhar fora. Não precisa levar tão a sério e usar um uniforme, mas guarde o seu pijama e coloque uma roupa confortável. Isso vai te dar uma sensação de mais credibilidade com o próprio trabalho que desempenha na sua “empresa”.

3- Crie uma rotina.

Acho que de todas as dicas, essa foi a mais difícil para mim. Pensem numa pessoa que não tinha horários para nada. Não que eu deixasse de fazer as minhas tarefas para ficar enrolando. Nesse ponto eu sempre fui bem responsável. Só que por não ter uma disciplina com horários, eu achava que podia fazer tudo a qualquer momento e isso incluía a tão saudosa madrugada. Sempre fui muito mais noturna. Viro a noite tranquilamente, sem crise. Só que viver desse jeito não te torna produtiva já que boa parte do universo trabalha no período da manhã/tarde. Quem leva uma vida boemia, não vai gostar muito desse tópico e eu era uma dessas, mas com o tempo a gente vai percebendo que o mercado trabalha em horário comercial. Deixe a madrugada para os finais de semanas com os amigos. De segunda a sexta tente respeitar suas horas de sono para que possa ser produtiva durante o “expediente”. Além do sono, sua saúde vai agradecer – Acredite!

4- Bata ponto na sua empresa

Ponto? Oi? É gente. É isso mesmo. Respeite seu papel de empregado e empregador. Leve a sério para não virar bagunça. É claro que as vezes podem surgir imprevistos e de repente tenha que fazer outras coisas que não sejam de cunho profissional. Ir ao médico, ao banco, no mercado, na reunião de pais do seu filho – além do fato de uma vez ou outra você pegar uma gripe, ter um piriri entre outras coisas que podem acontecer. É natural. É real e perfeitamente aceitável que você precise se ausentar em determinadas horas ou dias, dependendo do caso. Caso isso aconteça, calma… também não to falando para você conseguir um atestado médico para dar para você mesmo. Nada de extremos e nem se culpe tanto caso passe por um dia de baixa produtividade. Basta você compensar de forma “saudável” nos dias que se sucederem.

“O dia acabou e você não conseguiu comprir todas as tarefas?” Não tem problema! Refaça seu planejamento diário e compense nos tempos vagos. ” Ah, e não confunda com tempo vago de tempo livre. Pode parecer a mesma coisa mas não é e eu explico: Pelo menos dois dias da semana eu deixo algum “tempo vago” na minha agenda justamente para os tais imprevistos que possam acontecer. Dessa forma, se algo desandar e eu não conseguir cumprir com todas as minhas tarefas, já sei que tenho um “tempo vago” em determinado momento do dia e assim posso matar os assuntos pendentes. Tempo livre é o momento de descanso. Sabe aquela expressão: “Não leve trabalho para casa”? Então, por mais que você já trabalhe em casa, não desempenhe nenhuma função no seu tempo livre. Use-o para descansar ou fazer alguma atividade que goste para distrair a mente. É mais uma dica boa para arejar a mente e estar preparada para o dia seguinte.

5- Faça uma lista de prioridades.

Listas sempre ajudam. E eu sou do tipo que faço para tudo. Todo dia antes de dormir, recorro ao meu caderno de trabalho (pode ser uma agenda se você preferir) e lá eu risco todas as tarefas que conseguir fazer no dia. Preparo também a lista do dia seguinte (e se alguma tarefa do dia anterior ficou pendente, ela volta para o dia seguinte como “prioridade”) Nessa lista, tudo que eu escrevo em vermelho é o que eu preciso entregar primeiro. Ou seja, as coisas mais importantes que eu não posso deixar de fazer. As outras tarefas escrevo em azul. Obviamente que eu tento dar atenção para todas mas a gente sabe que nem sempre é possível, então por isso é importante ter em mente o que é de caráter urgente.

*Uma dica extra: Não estipule metas demais. Lembre-se que seu horário de trabalho é de x horas. Listar uma infinidade de tarefas para resolver tudo em um único dia, como se o mundo fosse acabar, com certeza vai te gerar frustrações, a menos que você se sinta meio “mulher maravilha” e acredite fielmente que dará conta de tudo.

No meu caso, trabalho 8 horas por dia – tendo hora para almoço e lanche. Sim, eu tento respeitar ao máximo meus horários para não me enrolar. Meu expediente começa as 10h e vou até as 20h. Após esse horário, eu janto e já estou liberada para fazer o que eu tiver vontade.

E é isso! Gostaram das dicas? Espero que sim. Me contem aqui nos comentários como vocês fazem para se organizar.

Bate papo Variados Vida de Blogueira

Onde o blog se encaixa na minha vida?

Ter um blog nos dias de hoje se tornou algo bem comum. Pelo menos todo mundo da minha geração e os mais novos já entenderam que essa modalidade lucrativa ou não chegou para ficar e basta alguns clicks e pronto: o primeiro post está no ar, para quem quiser ver, e o mundo todo ler – basta ser descoberto.

IMG_4835

Para quem sempre gostou de escrever como eu, ter um blog e principalmente gostar dele é algo bem simples. E quando a gente descobre que não estamos mais falando sozinhos e que outras pessoas começam a interagir conosco é realmente muito prazeroso. Chega até ser engraçado.. há uns 5, 6 anos atrás tudo era bem diferente. Naquela época blogar era fazer da vida real um diário virtual. Era para compartilhar experiências sem ter que medir as palavras. Nem passava pela cabeça do blogueiro da antiga virar famoso, ter fã clube ou dar carteirada na balada só porque tem um blog popular. Tudo era bem mais simples.

Tenho blog faz muito tempo. Comecei com diários virtuais cujos os nomes nem me lembro mais – só sei que eram bem toscos e eu adorava divulgar um texto de autoajuda, postar uma “fotinha” marota e quando alguém comentava (que não era da minha família ou conhecido) eu pensava: Nossa, como essa pessoa me achou?

Sou do tempo que blog de sucesso era o que tinha parceria com a sigma makeup, que tinha mais de 5 mil seguidores do google, 86767474 comentários nas postagens e que maquiagem TOP eram as famosas paletas de 88, 120, 180 cores. Desconhecia o termo “page rank, google analytics, feedburner, mídia kit, seo” e por aí vai.

O interessante disso é perceber que mesmo naquela época, quando tudo era apenas um refúgio, o blog já era uma das coisas que eu priorizava. O tempo passou, eu mudei, a tecnologia evoluiu, o blogueiro passou a ser levado a sério pelas empresas, uma nova forma de comunicar surgiu.

Dois anos blogando profissionalmente e com o mesmo amor, possivelmente até mais. Hoje a interação com vocês é algo surreal para mim, embora eu ainda não seja tão conhecida assim. O blog está no topo da minha lista de prioridades e eu não consigo me ver longe disso aqui. Ganhando ou não ($) esse espaço será sempre feito com muito amor, porque já era assim mesmo antes de se tornar JB.

Como nesse mês o blog está aniversariando, cada dia é um filme que passa na minha cabeça. O tema desse post era algo que vinha rondando os meus pensamentos por um bom tempo e eu queria poder falar para vocês o quanto tudo isso é verdadeiramente importante para mim. Quando eu digo que o meu desejo é que o JB cresça, não é porque quero me tornar famosa. Não há interesse maior de minha parte que não seja o de compartilhar experiências. Os tempos são outros, eu sei, mas o meu objetivo é o mesmo: ser útil através de uma dica, inspirar e motivar através das palavras e do meu trabalho. Cada email ou comentário que recebo dizendo que eu ajudei de alguma forma, bate aquele sentimento de: ” Yeahhh, objetivo alcançado” ” fiz a diferença na vida de alguém”. Isso tem preço? Claro que não.

E tem como eu não priorizar o blog? Claro que não. Grande parte da minha vida, eu passo aqui e cada minuto é cedido com profundo carinho.