Bate papo Vida de Blogueira

Blogosfera, aonde você está?

Rascunhei muito antes de começar essa postagem e no final das contas, vou escrever aquilo que me vem a cabeça porque ando preocupada com o rumo de tudo isso aqui. Faz tempo que eu (e não somente eu) venho notando que o sentido genuíno de blogar findou-se ou esta perto disso, e todas as vezes que busco uma explicação, fico mais confusa ainda. Eu nem sei mais há quantos anos eu blogo.. perdi as contas (antes do JB, eu já tive outros blogs) e não me lembro de viver uma situação como esta: Blogueiras boas desistindo de seus blogs e com isso dando abertura para aquelas que fazem disso aqui um verdadeiro carnaval o ano inteiro. Virou teatro, espetáculo… virou irreal e cada dia que passa eu me pergunto em que lugar eu fui parar.

Nesse mesmo barco que me encontro, tem uma leva que vem das antigas e que se fazem a mesma pergunta. Porque raios tudo mudou tanto? Não faz muito tempo que ser “blogueiro” virou profissão e que vibramos por isso – pelo reconhecimento das empresas que perceberam o quanto esse veículo é informativo, rentável e popular. Quando eu, finalmente recebi dinheiro pelo primeiro publi, pulei de alegria pois aquilo era uma maneira muito clara de me dizerem: “Oi, apreciamos o que você faz! Queremos trabalhar com você” e não nego que até hoje é assim. Fico feliz e envaidecida a cada contratação porque não se vive só de amor por aqui. O amor é e sempre será um combustível valioso, mas também temos que prestar contas no final do mês, e isso só se paga com dinheiro. Há quem julgue os publis, mas isso é pano pra manga e rende outro post.

Nós que acompanhamos toda essa evolução, ficamos felizes por hoje termos esse reconhecimento, em contrapartida, estamos engasgados com o rumo  dessa “profissão” ainda nova. Por razões de inexperiência ou pelo fato de ainda ser tudo muito novo, muitas “blogueiras” ou “pseudo blogueiras” estão fazendo disso aqui, que antes era apenas uma página na internet onde você compartilhava suas experiências REAIS sobre determinado assunto, um verdadeiro circo. Estão vendendo lendas. Você já não sabe mais identificar o que é verdadeiro e o que é fake. Resenhas (quando tem) cada vez mais comerciais e nada sinceras, publicidades não sinalizadas.. e ainda tem aquelas que apenas compartilham os vídeos do YouTube no blog (e isso é blogar? Ou será apenas mais um lugar onde você divulga seu canal?) Ah, e por falar em vídeos.. que tal “Minha rotina matinal” – e aí vem aquele filminho perfeito, com cama praticamente arrumada, quarto arrumado, café na cama com um boy magia todo maravilhoso.. Ou então vídeo de como “aprender a fazer o quadradinho de 8?” ou ainda “dicas inúteis sobre como usar determinado apetrecho?” Aff, é tanta baboseira.. é tanta apelação que nem sei… daí logo me surge mais uma pergunta: Cadê o conteúdo?

UntitledBLOG

Antes de ser blogueira, também sou leitora. E me dá uma tristeza danada ter que deixar de acompanhar determinados blogs que antes eram meus favoritos, simplesmente porque perderam sua essência ou então porque se tornaram mecânicos demais. Eu entendo que existe uma pessoa por trás do blog e que ela pode mudar. O que eu não entendo é o fato de mudar uma personalidade tão única, e se tornar algo tão diferente, só para fazer parte da modinha. Algumas perceberam que o público teen fazem bastante barulho nas redes sociais e por conta disso decidiram abandonar seus conteúdos que antes eram relevantes, para então criar algo vazio, bobo só para atender a demanda. Esquecem que tudo isso passa, e que o próprio público teen que faz tanto barulho, também é o primeiro a vir com as cobranças, com os comentários indesejados e etc, tudo pela falta de maturidade mesmo ( E vejam bem, eu não estou generalizando… tem muito adolescente com cabeça boa). Aí depois essas mesmas “Blogueiras” que mudaram seus estilos só pela audiência, reclamam da falta de privacidade, dos comentários abusivos e blá blá blá. Um paradoxo inesgotável.

Sinto falta de conteúdo. Sinto falta de blog genuíno. Sinto falta daquela blogueira de verdade, que passa horas na frente do computador procurando por referências, que trabalha massivamente na pesquisa antes de publicar qualquer coisa. Daquela que quando vai testar um produto, dá a sua opinião verdadeira e não porque foi um jabá de empresa. E eu não digo que você tem que vir a público gongar uma marca para mostrar “Olha como eu sou sincera”. Blogueira de verdade quando não gosta de um produto recebido, ela nem posta. Guarda pra si, porque sabe que a experiência é pessoal e que sabendo do seu poder de influência, não vai jogar na rede a sua experiência ruim sendo que pode ser algo totalmente diferente com outra pessoa.

Sei lá, está faltando bom senso de um modo geral. Bom senso no que se escreve, bom senso nos comentários de leitores, bom senso das empresas que compram falsos posicionamentos só pelo marketing. Aqui, não é “topa tudo por dinheiro”. Aqui ainda é um lugar onde se compartilha experiências reais.

Procuro manter a minha sanidade e continuar apostando que tudo isso vá mudar. Que quando a modinha passar, fiquem apenas aquelas que realmente estão aqui – cada uma no seu cantinho, comendo pelas beiradas – tentando fazer a engrenagem rodar mesmo parecendo estar na contramão. Não quero ver chegar o dia em que eu precise escrever: ” Esse é o último post do Joyce Braga”. Não quero deixar de acreditar. Quero ver isso mudar e viver essa mudança… quero estar aqui, sentada na frente desse computador que trava mais do que qualquer coisa, rascunhando, pesquisando e escrevendo para vocês.

…Para vocês que assim como eu, valorizam cada minuto lendo um artigo do seu blog favorito. Para vocês que assim como eu, aprendem tanto na internet e que fazem dela um ambiente saudável, leve e honesta.

Ei mundo blogueiro, volte aqui…

kaboompics.com_White laptop, female hand, note, pen, phone, desk

50 Comments

  • Reply
    leticia
    23 de fevereiro de 2016 at 4:34 pm

    super concordo joyce!
    cancelei minha assinatura de todos os blogs grandes!
    só to lendo blogs de conteúdo bom, que infelizmente tem menos seguidores.
    sempre quis ver mais sobre resenha ou textos sobre assuntos variados, e não seguir a vida alheia. sério, ja tenho uma vida e é dificil cuidar dela, nao tenho interesse no big brother que virou o youtube e blogs afins.
    beeijos, continua o bloggg >)

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      25 de fevereiro de 2016 at 11:51 pm

      Continuarei sempre Le!
      Gosto demais disso aqui!
      Um grande beijo e obrigada por sua visita e por comentar neste post!

      • Reply
        sara
        24 de setembro de 2016 at 2:27 pm

        finalmente algumas blogueiras perceberam isso. Obrigada por compartilhar conosco seus pensamentos fico muito feliz em saber que nesse meio ainda existe pessoas como vc já deixei de seguir varias pessoas pelos fatos que vc descreveu acima… Um grande beijos fica com Deus.

    • Reply
      Karla
      26 de fevereiro de 2016 at 7:36 pm

      Oi Joyce. .tudo que foi falado nada mais e que um desabafo em nome de muitas de nós que adoravamos assistir conteúdos de verdade, se desfazer de uma forma bizarra. Quando comecei a assistir e ler posts, ficava encantada e absovia o que via. Hoje, quando entro pra ver ser encontro algo interessante, passo direito por muitas blogueiras porque já não tenho mais saco pra assistir ou ler algo. São poucas que permanecem com a primeira essência e é uma pena que não enxerguem isso. Mas enfim, vamos nos dedicar as que permanecem com as suas verdadeiras essências e esperar para que tudo volte como era, prazeroso. Grande abraço, sucesso e tudo de bom pra ti.

      • Joyce Braga
        Reply
        Joyce Braga
        12 de abril de 2016 at 6:42 pm

        Isso! Dedicaremos nosso tempo e atenção a quem realmente merece não é mesmo?
        Beijo enorme pra vc e obrigada pela visita!

  • Reply
    Juliana Marques
    23 de fevereiro de 2016 at 6:04 pm

    Joyce do céu! Apenas palmas para você!

    A internet inteira ta precisando ler esse seu post. Parabéns pelas palavras lúcidas, sinceras e carregadas de nostalgia. Porque também to sentindo saudade do “antes” viu.
    Engraçado que ainda a pouco comentei em outro lugar que infelizmente a blogosfera ta ficando sem graça. E ta mesmo. Acompanho blogs a muito tempo (você acompanho desde o antigo blog) e meio triste ver no que tudo se tornou.
    São poucas as que ainda se salvam =(

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      25 de fevereiro de 2016 at 11:49 pm

      Juuh sua linda! Você sempre uma querida comigo! Sempre presente!
      São poucas as que ainda se salvam, é verdade. Mas a gente não pode jogar a toalha não é mesmo?
      Tenho fé que isso mude!

  • Reply
    Grazielle Lemos
    23 de fevereiro de 2016 at 7:37 pm

    Joyce, teu post me fez sentir que não estou errada… Quando comecei a ler o post, confesso que fiquei com aquele sentimento… “meu deus, menos um blog bom, nesse mundo”… Mas ainda bem não foi isso… Eu acho que tudo que tu falou neste post, vale tanto para Youtube, quanto para o Blog… Também tenho a cada dia mais essa carência de conteúdo… Eu lembro que quando eu comecei (5 anos atrás) no blog, eu tinha uma lista de blogs que mal lembrava de todos, que eu lia frequentemente, hoje eu conto nos dedos de uma mão esses blogs… Infelizmente é exatamente o que tu disse, muitas perceberam que a ‘onde teen’ tem feito sucesso e seguiram, não vejo nada de errado nisso, mas fico pensando comigo mesma, será que não dava pra ter um equilíbrio? Precisava mudar do 8 para o 80? E pior, como tu mesma disse, como? É sinal de que aquela personalidade anterior não existia ou a de agora?
    Eu me sinto mal de postar no blog algo que não vá agregar nada, assim como no Youtube e já cheguei a conclusão que é por isso que meu blog e meu canal não são tão “famosinhos” como essas que seguiram a onde… Eles tem um número relevante, mas infelizmente hoje em dia, os posts são fotos simplesmente jogadas em um compilado, pra formar o post, o vídeo é algo que não agrega… Eu sou o tipo de pessoa que penso, como tu mencionou no post… Antes de tudo sou leitora, então porque vou sacanear o meu público não passando nada de útil se eu não gosto disso? Só tenho pra te dizer que aplaudo a tua coragem em postar isso e obrigada pro demonstrar que não sou tão louca por achar que o ´padrão de exigência e de dedicação deveria ser maior.
    Beijos e virei ainda mais a tua fã.
    Frescuras de Mulherzinha

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      26 de fevereiro de 2016 at 12:07 am

      Grazi que bom te ver por aqui! Muito obrigada por se posicionar.
      Acredito que se todas nós nos unirmos, esse cenário muda. Certeza!
      Não vamos perder as esperanças!
      Te acompanho sempre tbm viu?
      Um beijo enorme

      • Reply
        Grazielle Lemos
        26 de fevereiro de 2016 at 3:35 pm

        Opa, que bom saber que tu também me acompanha… Sim, eu penso dessa forma também… Se nos unirmos, com certeza muda. Beijão ♥

  • Reply
    Bela Hanajima
    23 de fevereiro de 2016 at 9:58 pm

    Concordo. Parece que virou o novo “querer ser modelo”, que todo mundo vai ficar lindo, glamuroso do dia pra noite e receber milhares de produtos de marcas. Tá todo mundo chegando agora com esse pensamento e, acontece, que todo mundo acaba passando essa visão de glamour, infelizmente.
    Sinto falta dos textos reais, como esse, sinto falta do fator “dar errado”, isso traz mais conexão comigo, afinal, antes de blogueira, sou leitora também.
    Meu blog é tratado por mim como hobby, meu xodozinho e sempre que alguém fala “você tem tudo pra bombar”, eu penso que eu NÃO QUERO bombar. Tenho medo de ficar conhecida e ficar engessado como tudo está hoje em dia. Não quero virar um robozinho que não é sincero com medo da marca ficar chateada. E, antes de mais nada, EU SEI que eu jamais mudaria por causa dessas coisas, então eu sei que eu acabo não me encaixando por não ser “mais uma”. Esses pensamentos (que são piorados pelo meu Transtorno de Ansiedade, by the way), têm me feito pensar em desistir também, como muitas outras. Criar é a minha paixão, eu posso continuar criando sem tudo isso. Tá complicado. Beeeeem complicado. :/
    A verdade é que todos nós estamos remando contra a maré. E não queremos ser só mais um que surfou aquela onda.

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      26 de fevereiro de 2016 at 12:06 am

      Sonho com o dia em que possamos remar todos juntos, na mesma direção.. porque a união faz a força e nós podemos mudar isso!
      Seguimos em frente, acreditando no amor que depositamos aqui e com certeza chegará o dia em que teremos só o melhor da internet!
      Um grande beijo Belinha!

    • Reply
      Laís Kimberly
      28 de abril de 2016 at 5:51 pm

      Eu também sinto a mesma coisa, quero postar logo meus videos masss não, eu não quero bombar e isso não é ter cabeça pequena, eu não quero ter essa cobrança e se tornar outra pessoa para agradar 500 mil, 600 mil pessoas. Eu quero simplesmente gravar e editar que são coisas que realmente gosto e mesmo que eu tenha 10 pessoas que me assistam, eu vou gravar para elas, melhor qualidade do que quantidade.
      Beijo 🙂

  • Reply
    Bruna
    24 de fevereiro de 2016 at 12:22 am

    Post Fantástico! Me.dá agonia o rumo que a blogosfera tomou,pessoas que adentram procurando lucro. Os.blogs perderam sua magia, são raras as resenhas espontâneas e sinceras, mas parecem propaganda de revista ou tv. Me preocuoa onde vamos parar: (

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      25 de fevereiro de 2016 at 11:47 pm

      Uma grande verdade Bruna! É triste mesmo!

  • Reply
    Eddye
    24 de fevereiro de 2016 at 8:50 am

    Joyce,

    Concordo plenamente contigo, está cada vez ais difícil encontrar conteúdo seja nos blogs, ou canais no youtube! Infelizmente o que era uma ferramenta onde as pessoas faziam aquilo que realmente gostam, se transformou em mais um meio de publi pessoal e propaganda enganosa.

    Falou tudo!
    Bjos

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      25 de fevereiro de 2016 at 11:47 pm

      Mas o que me conforta é que ainda existe muita gente bacana nesse meio.
      Vamos seguir acreditando que isso possa mudar 😀 Beijocas mil

  • Reply
    Tatiana da Silva
    24 de fevereiro de 2016 at 9:35 am

    Oi Joyce, eu te conheci pelo Instagram só depois cheguei aqui. As coisas saíram do “controle”, quando as pessoas descobriram que se ganha produtos para resenhar então os blogs montados por aí são apenas na intenção de ganhar e sim eles vão fazer a resenha gostando do produto ou não, servindo ou não, para que as empresas continuem enviando mais e mais produtos. Sei o quanto e dolorido para quem senta, pesquisa, realmente usa o produto, testa a duração e etc… Muita gente acha que é só tirar as fotos e colocar no blog, escrever amei, ele é perfeito, dura muito, mais nem testou para saber. Vejo muitos blogs assim. Então viram nesse mundo uma oportunidade de ganhar coisas sem saber o quanto se realmente trabalha, quantos finais de semana você se dedica aquilo. E quando veem que é difícil pra caramba largam de mão e ficam blogs por aí que tem 03 posts e depois posts só daqui a 6 meses. E duro mais vamos sobreviver a isso. Ainda estou no começo e não ganho nada. Tudo o que eu resenho, uso ou escrevo foi comprado com o meu dinheiro. Então eu te agradeço por esse post pois no futuro eu vou me policiar para que meu blog não se torne algo desse jeito. Beijos. Você esta certíssima.

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      26 de fevereiro de 2016 at 12:04 am

      Sim sim, precisamos sempre nos lembrar de onde viemos. Desejamos crescer, obter “sucesso” mas nunca esquecendo que um dia já fomos “pequenas”. É isso que faz toda a diferença! Humildade sempre!
      Muito obrigada por se posicionar e deixar aqui a sua opinião! Um grande beijo!

  • Reply
    Layni
    24 de fevereiro de 2016 at 9:42 am

    Eu conheci o mundo dos blogs em 2009 e fiquei encantada.Eram garotas compartilhado coisas legais que descobriam e eram tão autênticas!Sério,era o máximo!Só que essas meninas cresceram tanto que despertaram essa vontade em garotas “normais”.Afinal,elas conquistaram casa,fama,dinheiro,mais principalmente (pasmen) produtos.Vejo que é isso que a maioria das “blogueiras” de hoje querem,produtos.Afinal,para elas tem coisa mais fácil que criar uma página em que se fala do produto só para ganhá-lo de graça?Vejo elas pedindo (!!!) produtos na página do Facebook das empresas,principalmente de maquiagem.Sinceramente?Acho ridículo!Nem o português direito elas escrevem.
    Se vou pro Youtube é aquilo de comentar “Se inscreve no meu canal?” Aí eu entro por curiosidade e o conteúdo e massante demais.Ou inútil e cópia de outros canais.Se você vai para as blogueiras grandes,gente,é só vídeos iguais.Se você procurar por um título de vídeo,vai vir 100 sobre o MESMO tema com o MESMO estilo.Eu nem assisto mais…É só troca de like e inscritos (fantasmas,porque elas nem entram no canal da outra,é só uma troca para crescer,uma “ajuda a outra”).Virou um saco!
    Uma modinha,uma cópia…Mais eu não posso reclamar 100%,porque dou muita sorte de topar por aí com blogs originais.Cara,quando eu acho um eu vibro.E eu não falo daqueles que só dizem que são originais e usam o blog para criticar as “famosinhas” não…São aqueles que trazem coisas boas do seu dia a dia para compartilhar,coisas com conteúdo,que escrevem bem,que não deixam um vazio,com aquela sensação de que ficou incompleto!
    Bom,como você Joyce,eu só espero que isso passe.Que SUMA!Que volte como era antes,que quem não tem amor pelo que faz uma hora vai desistir.E tudo vai voltar ao normal,porque virou circo!Agora,que as marcas e as blogueiras e youtubers deveriam excluir os comentários pedindo likes e inscritos deveriam!
    Beijos e parabéns pelo seu blog,eu amo suas resenhas 🙂

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      26 de fevereiro de 2016 at 12:02 am

      Lay, amei o seu comentário e traduziu super bem tudo aquilo que sentimos! É bem isso mesmo!
      Vamos torcer para que isso mude logo e que possamos desfrutar do melhor da internet 😀 que é para todos, sem dúvida! Muito obrigada por seu carinho e por comentar aqui. Muito bom saber que tenho leitoras assim como você!

  • Reply
    Roberta Zanatta
    24 de fevereiro de 2016 at 10:19 am

    Que post incrível Joyce, já cansei de dizer que sou sua fã e da forma como escreve. O meu blog fará 2 anos em agosto e creio não ter perdido a essência dele, embora seja uma blogueira pequena. Acredito nisso porque percebo pelos comentários que recebo no meu canal, os elogios e comentários do bem, sobre mim, são todos muito similares e creio que isso demonstre a lealdade que transpasso para quem me assiste. Hoje em dia percebo que blogueiras grandes se equivocaram na sua própria proposta de trabalho, mudaram seus objetivos e se transformaram em “vendedoras de produtos”. Outra proposta comercial que tem acontecido são parcerias forçadas entre blogueiras e que muitas vezes é notável a diferença de filosofia e público entre elas, mas tudo isso com o intuito da menor alavancar seu números de inscritos. Hoje em dia os vídeos que mais bombam são relacionados ao funk é é nítido blogueiras que nunca antes falaram sobre isso, nunca se quer demostraram em algum de seus vídeos gostar de funk, agora ensinam a dançar e divulgam uma vez por semana sua play list. Porém infelizmente não creio que isso não esteja funcionando, pelo contrário, esses canais crescem mais e mais então nesse ponto discordo com você. Acho que grande parte dos leitores gosta sim desse lado materialista de ter, ter e ter e mostrar tudo o que tem e que ganham e que mostram que não importa como, estão sempre “na moda”, se encaixam em todas as tendências do momento… infelizmente… E muito disso também vai da mentalidade das empresas de que número de inscritos é verdade absoluta. Em uma parceria, são pouquíssimas que pedem seu número de visualizações por vídeo, mas sim o número de inscritos no canal. Um beijo querida!

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      25 de fevereiro de 2016 at 11:54 pm

      Roberta sua linda! Sempre presente!
      Muito obrigada por deixar aqui a sua opinião. Fico feliz por seu posicionamento.
      O cenário atual é triste mas não podemos perder as esperanças! Um grande beijo!

  • Reply
    Bruna
    24 de fevereiro de 2016 at 11:25 am

    Adoreei esse post! Você falou tudo e mais um pouco sobre o que eu penso.
    Chega a ser desanimador às vezes, pois passamos dias e horas pesquisando e tentando sempre fazer algo de qualidade e não ter reconhecimento, pq existem blogueiras que se não estão tentando atingir um público infantil, estão comprando números para poderem fazer parte de mailing!
    Toooda uma essência se perdeu nesse meio e é muito triste ver toda essa situação!

    Pela volta da blogosferaa!

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      25 de fevereiro de 2016 at 11:46 pm

      Pela volta da blogosfera jáaaaaa 😀
      #queremosconteudo

  • Reply
    Amanda Raibolt
    24 de fevereiro de 2016 at 11:53 am

    caraca Joyce vc falou o que eu me pergunto toda vez que vou me atualizar,por os blogs que eu acompanho a anos em dia,e vejo vídeos nada a ver…vídeos que nem criança aguenta,falando a verdade..falta conteúdo,falta originalidade e falta criatividade,e quem “perde” somos nós blogueiras pequenas,que não precisamos de equipe e ficamos horas e horas preparando tudo pra ter um bom retorno e nada vem..chega a ser triste isso.adorei seu texto,merece muito ser compartilhado,parabéns pelas palavras bjs

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      25 de fevereiro de 2016 at 11:45 pm

      Oi Amanda!
      Obrigada por seu comentário e por compartilhar a postagem!
      Essa discussão é super importante e eu espero que ela sirva para todas nós repensarmos.
      O cenário atual não é dos melhores mas continuemos acreditando 😀

  • Reply
    Regiane
    24 de fevereiro de 2016 at 2:12 pm

    Belíssimo texto. Vim pelo post que a Tati (To Amando) compartilhou.
    Acontece que blogar virou o “sonho de infância” de muitas garotas, que na verdade, querem apenas serem sub-celebridades instantâneas.
    Como isso vem tomando cada vez mais força, e numa avalanche imensurável, as “blogueiras de raiz” estão perdendo espaço.
    Sim. Lamentavelmente estão.
    Antes, blogar não envolvia dinheiro, somente reconhecimento, e isso bastava. Agora não basta mais. Agora precisa envolver conhecimento, prestígio, fama, dinheiro… É um ciclo vicioso e fatal.
    Enfim, eu poderia falar por horas sobre isso, mas me resumo a dizer que enquanto houver uma blogueira que realmente ama o que faz, não vai haver fim.

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      25 de fevereiro de 2016 at 11:44 pm

      Falou tudo Re! É bem por aí!
      E não vai ter fim mesmo, porque ainda tem muita gente bacana que bloga com amor e comprometimento 😀
      Um grande beijo!

  • Reply
    Carol Conquista
    24 de fevereiro de 2016 at 7:24 pm

    São posts como esses que me aliviam. Eu mesma confesso que perdi um pouco o entusiasmo que antes eu tinha pra blogar. Dá uma certa raivinha ver assuntos tão vazios serem tão bem acessados. Te entendo e admiro pela persistência e garra com o blog. Você merece todo o sucesso!!

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      25 de fevereiro de 2016 at 11:43 pm

      As vezes bate um cansaço né amiga? Quem nunca?
      Mas não podemos jogar a toalha! Continuemos aqui, firmes e acreditando que tudo isso passe logo! Você sabe o quanto eu te adoro tbm! Mil beijos

  • Reply
    Karine
    25 de fevereiro de 2016 at 9:38 pm

    As blogueiras são reflexos de sua audiência. Se gravar vídeo de dançar funk da visualizações = dinheiro, pq não fazer mais vezes. Tem muitas meninas que utilizam o blog e youtube como trabalho e fonte de renda, não as julgo.
    Mas estamos indo pro caminho de um mundo fútil , sem cultura e sem conteúdo!

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      26 de fevereiro de 2016 at 12:00 am

      Sim, a intenção não é generalizar e nem julgar. Cada um é responsável por aquilo que produz não é mesmo? Público sempre vai ter para qualquer tipo de conteúdo (graças a Deus) porque nessa leva, sempre vai ter quem goste de postagens e vídeos mais relevantes 😀 Uma beijoca Karine e obrigada por comentar.

  • Reply
    Gabriela Santos
    26 de fevereiro de 2016 at 1:22 am

    Oi Joyce, li seu texto e muitas partes concordei mas em outra enxerguei um tipo de preferência de conteúdo, acredito que no blog/youtube existe um público para gostos variados, tem gente que gosta mais da bagunça, do mundo perfeito e outras do mundo real. Eu realmente acho que muitas mudaram seu conteúdo e foram se adaptando, já outras perderam totalmente a noção, não gosto tanto dos conteúdos como antigamente, não vejo a felicidade que via antes ao ler e assistir um vídeo. Mas venho achando outros canais, por isso digo, tem público pra todo tipo de gosto! ^^

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      2 de março de 2016 at 3:47 pm

      Oi Gabi! Com certeza, existe gosto para tudo na vida! E isso é realmente maravilhoso porque pensa só que chato seria se a gente gostasse apenas de uma coisa?
      Super apoio a diversidade de conteúdo. O que acontece é que parece que as pessoas perderam o foco principal.. por exemplo se a blogueira é de beleza, ela não pode simplesmente esquecer desse nicho. Ela pode sim focar em outros assuntos desde que não deixe de dar continuidade ao tema chave que é o seu canal. A menos que ela queira mudar radicalmente de nicho e faça um vídeo explicando tal mudança.
      E isso vale para os blogs.

  • Reply
    Conceição Moroó
    26 de fevereiro de 2016 at 8:11 am

    O pior ainda é além dos assuntos banais é tag desnecessários que chegam a insultar a nossa inteligente como “Tag:Meu iphone”.Fiz até um vídeo falando disso!Adoro vídeos de reprovados,favoritos e comprinhas mais sempre “tudo é lindo” ou tem uma boa justificativa para as falhas do produtos.A maioria das pessoas (como eu) compra muita coisa a partir de resenha ou da opinião de gente que tem credibilidade,mas será que da para confiar?Fica a pergunta.

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      2 de março de 2016 at 3:51 pm

      Na dúvida, vamos peneirar quem realmente faz com verdade! Ainda existe uma galera boa blogando e são elas que nos fazem continuar acreditando ehehe 😀

  • Reply
    MARCELLY
    26 de fevereiro de 2016 at 8:22 am

    Nossa, parabéns pelo texto! Conseguiu descrever o que muitas de nós estamos sentindo a um tempo, mas muitas vezes eu ficava achando que só eu estava pensando aquilo.. saudade de poder confiar na resenha de algumas blogueiras..

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      2 de março de 2016 at 3:48 pm

      Sinto saudade também Ma! O que me conforta é que ainda existe muito blog bacana por aí! A gente só precisa saber garimpar 😀
      Beijocas e obrigada pelo carinho!

  • Reply
    Ester
    29 de fevereiro de 2016 at 1:43 am

    Pura verdade, tanto que eu sigo poucos canais no youtube, e os que eu acompanho geralmente nem são brasileiros, infelizmente..

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      2 de março de 2016 at 3:50 pm

      Triste constatação né Ester. Eu também acompanho muitas gringas.. mas o que me conforta é que aqui no Brasil, ainda existem muitos blog bacanas! A gente só precisa prestar um pouco mais de atenção para eles!

  • Reply
    Deborah Assumpção
    2 de março de 2016 at 12:24 pm

    Eu concordo com vc… Tb sou youtuber e fiquei com a sensação de que teria que mudar completamente o meu estilo! Eu amo o mundo da beleza e tb sou maquiadora profissional, formada no Senac-Rio. (Só estou dizendo pq tem mta gente q acha q seguir um tutorial de make a pessoa já é maquiadora profissional!) Fiz alguns vídeos com meu filho e tb sobre minha experiência com a gravidez e só! Não acho ruim saber um pouco mais da vida da blogueira, como qdo elas têm filho ou qdo compram casa ou abrem algum negócio… Acho legal acompanhar a evolução e tb saber um pouco mais sobre as pessoas q gosto e admiro! Mas acho q a pessoa não pode perder o foco! Esses vídeos podem ser algo a mais e não tomar conta do canal/blog da pessoa! Se é blogueira de beleza, então continue sendo! Não tenho nenhuma paciência pros teatrinhos! Sem graça demais! Sinto constrangimento alheio! Rsrs… Sinto falta da espontaneidade, da surpresa e improviso! Lembro dos vídeos da Lauren Luke onde ela gravava com o namorado roncando no fundo! E todo mundo amava as makes dela!!!
    Vc falou tudo, Joyce! Parabéns! Te admiro mais ainda agora! Bjão e mto sucesso pra vc!!!

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      12 de abril de 2016 at 6:43 pm

      Oh minha linda! Muito obrigada pelo seu comentário!
      Faço das suas palavras as minhas 😀
      Um grande beijo!

  • Reply
    Fernanda Biar
    5 de março de 2016 at 10:36 pm

    Oi Joyce. Cheguei aqui através do vídeo da Jessica e finalmente sinto que não estou só. Há muito tempo venho desanimando com os blogs de maquiagem. Os vídeos parecem propaganda da tv e elas insistem que é espontâneo. Muita preguiça disso. O que uma fala todas repetem. Me lembrou a onda bepantol para as unhas. De uma hora para outra tudo bepantol. Para lábios, unhas etc. Agora procuro blogs menores que eu sei que são sinceros. Ou pelo menos pareçem ser. Beijos.

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      12 de abril de 2016 at 6:41 pm

      Verdade Fer. Concordo com você!
      Mas não perca as esperanças, ainda existe muito blog legal para descobrirmos.

  • Reply
    JESSICA MARIANE
    8 de março de 2016 at 4:44 pm

    Joyce,

    menina te conheci hoje “rs”, e já virei sua fã pelos posts sinceros, objetivos, eficientes e inteligentes… Existe um mundo fantástico a ser descoberto, e muitas vezes as que se destacam não tem muito a mostrar… Vou voltar com certeza para conhecer cada matéria publicada, me deu ainda mais inspiração e vontade de investir nesta carreira.

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      12 de abril de 2016 at 6:39 pm

      Oi Jessica! Por favor, volte mesmo 😀
      Seja muito bem-vinda sempre 😀 beijo grande!

  • Reply
    Amanda Almeida
    20 de março de 2016 at 9:09 am

    Oi Joyce, tudo bem?
    Eu conheci seu blog por acaso, mas foi um verdadeiro achado pra mim. Concordo com tudo o que voce escreveu. Sinto muita falta dos antigos blogs, daqueles que dava pra sentir a essência da pessoa responsável por eles. Claro ainda existem blogueiras que são assim, graças a Deus, mas é uma pena que hoje quando você fala que têm um blog algumas pessoas perguntem se você recebe coisas grátis. Enfim, acho que tudo isso, assim como a moda dos blogs de tutorias e html, vai passar, até porque essa geração vai mudar e vai vir outra, mas acredito que aquele jeito antigo de blogar não vai acabar se continuar tendo blogueiras com o seu pensamento.
    Otima reflexão.
    Abraços,
    Amanda Almeida

    • Joyce Braga
      Reply
      Joyce Braga
      12 de abril de 2016 at 6:37 pm

      Um abraço enorme para você Amanda! Volte sempre viu?
      Beijão

    Leave a Reply